Diarista morre após ser espancada por patrão

A polícia prendeu, na última quarta-feira (28), o homem suspeito de espancar e causar a morte de uma diarista, em Aparecida de Goiânia. A vítima, de 54 anos, foi agredida após impedir que o suspeito continuasse agredindo a própria esposa.

O crime aconteceu no dia 7 de janeiro. Denise foi contratada pela esposa do suspeito para fazer faxina na residência no casal e, durante o trabalho, acabou presenciando o caso de violência doméstica. Ao tentar impedir o patrão de continuar as agressões, Denise acabou virando alvo do homem, que desferiu vários socos e chutes na região da cabeça da vítima.

Denise ficou internada por uma semana no Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa). No entanto, devido a um traumatismo cranioencefálico, a diarista acabou morrendo no dia 14. 

O suspeito foi preso somente na última quarta-feira e, segundo a polícia, já tem passagem por homicídio.

com https://www.sbt.com.br/

Be the first to comment

Seja o primeiro a comentar