Chorei porque não roubei”, diz homem negro acusado de roubo após ter que tirar a roupa em mercado; veja

Na última sexta-feira (6/8), um homem negro teve que tirar a própria roupa enquanto andava pelo supermercado da rede Assaí, em Limeira (SP), o mesmo denunciou a “truculência” dos seguranças do supermercado.

O homem é Luiz Carlos da Silva, de 56 anos, o cliente contou que os funcionários pediram para que ele tirasse a blusa de frio, porém achou até melhor se despir de suas calças para ficar claro que ele não tinha roubado nenhum item do atacadista.

“[Eles] queriam me levar para um canto escuro sem ninguém ver. Eu comecei a chamar o pessoal para gravar e servir de testemunha. Se me levassem para trás, eles colocariam alguma coisa em mim e diriam que eu roubei”, disse ao site Notícia de Limeira.

“Chorei porque não roubei nada. Nunca precisei roubar nada de ninguém. Eu trabalho.” disse Luiz Carlos.

Luiz Carlos foi até a Policial Civil mais perto e denunciou o acontecido como constrangimento, já que o cliente não teve provas que aconteceu injuria racial.

Não era só eu que estava saindo sem nada do mercado, tinha muita gente também. Acho que muita gente foi pesquisar e saiu para talvez voltar. Eu creio que foi racismo”, Luiz disse à reportagem que foi vítima de racismo.

O supermercado publicou uma nota dizendo que todos os funcionários envolvidos foram afastados. “A companhia reforça que não adota nem orienta qualquer forma de abordagem constrangedora a clientes e que tomará todas as providências necessárias tão logo a investigação for encerrada.”

com https://accesscanal.com

Be the first to comment

Seja o primeiro a comentar