Atriz pornô larga filmes e vira gamer: “Não tinha mais o que oferecer”

Longe do pornô há um ano, a atriz Fernandinha Fernandez, de 34 anos, decidiu se aventurar no mundo dos games. O namorado Vinícius, com quem se relaciona há sete meses, foi o seu maior incentivador.

Fernandinha confessa que, apesar do sucesso por 12 anos e de ter faturado muito dinheiro com seus filmes, está pronta para seguir novos caminhos.“Meu namorado sabia que eu queria deixar minha carreira. Isso já faz três anos. Eu estava cansada. Sentia que não tinha mais o que oferecer. Então, há um ano, parei definitivamente com o pornô. Sempre gostei de vídeo games, jogo desde os meus oito anos. Então juntei o útil ao agradável.

Meu namorado, como é da área de marketing, está me ajudando muito nesse projeto“, conta.É na rede social Twitch que ela fala com os fãs e joga games com eles. “Não só jogo, como também converso bastante por lá. Há três semanas, descobri que, na verdade, eles querem conversar comigo. As perguntas mais frequentes são se eu sou irmã da Vivi Fernandes [parceira de filmes e ex-Mallandrinha, assistente de Sérgio Mallandro] e por que eu deixei o pornô”, revela Fernandinha.Ela contou que já reuniu 500 pessoas durante uma live na plataforma. “Lá, a gente não pode ficar pelada, essas coisas. Mas posso ficar de biquíni se estiver em uma piscina ou banheira. Neste dia, fiquei conversando com a galera na banheira e foi um sucesso.

Fiz brincadeiras, cumpri metas… Estou saindo do explícito para o sensual, sabe? Estou surpresa com a receptividade das pessoas. Está sendo muito positivo”, diz a atual gamer.Fernandinha também está com novos projetos. Quer escrever um livro sobre sua história e montar cursos para homens e mulheres que queiram ajuda no relacionamento.

“Minha ideia é conversar, dar dicas, ajudar a sair da rotina, apimentar a relação. Ainda estou estudando como deverá ser esse curso”, comenta. Ela ainda reforça que pretende fechar os canais da antiga Fernandinha Fernandez para virar definitivamente a página. “Não vou ser hipócrita e parar de falar do meu passado. Vou continuar falando, mas quero, aos poucos, fazer com que as pessoas conheçam o outro lado da Fernandinha”, explica.Fonte: Metrópoles

Be the first to comment

Seja o primeiro a comentar