Alec Baldwin mata diretora de fotografia com arma cenográfica durante gravações do filme ‘Rust’

O ator Alec Baldwin disparou a arma cenográfica que matou uma mulher e deixou um ferido no set do filme “Rust” nesta quinta-feira (21) no estado americano do Novo México, informou o gabinete do xerife do condado de Santa Fé.

“O gabinete confirma que os dois indivíduos baleados no set de ‘Rust’ foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin”, diz o comunicado.

Hutchins chegou a ser levada de helicóptero ao hospital da Universidade do Novo México, mas não resistiu aos ferimentos.

A diretora de fotografia Halyna Hutchins durante o festival de Sundance de 2018. O ator americano Alec Baldwin disparou uma arma de fogo que matou a cineasta e feriu o diretor em um filme ambientado no Novo México, disseram policiais dos EUA em 21 de outubro de 2021 — Foto: Sonia Recchia/Getty Images/AFP

Souza foi levado de ambulância ao centro médico Regional Christus St. Vincent. Segundo o site especializado Deadline, ele atingido no ombro.

Horas depois, a atriz Frances Fischer afirmou em uma rede social que o diretor já recebeu alta.

Questionado sobre a informação, o porta-voz do centro médico, Arturo Delgado, disse que não estava autorizado a divulgar informações sobre os pacientes.

O ator e a produção do filme ainda não se pronunciaram sobre a tragédia.

O disparo aconteceu durante uma cena, segundo a polícia, mas ainda não se sabe se era um ensaio ou uma gravação. “Detetives estão investigando como e que tipo de munição foi disparado”.

A produção do filme foi paralisada, e testemunhas estão sendo interrogadas. Segundo o Deadline, Baldwin depôs e foi liberado.

O jornal local “Santa Fe New Mexican” diz que o ator foi visto “perturbado e em lágrimas” enquanto falava ao telefone do lado de fora da delegacia. G1

Be the first to comment

Seja o primeiro a comentar